Em uma parceria inédita com o Instituto Datafolha, o QuintoAndar acaba de lançar a mais completa pesquisa sobre o morar no Brasil. Baseado em entrevistas realizadas em todas as regiões do país, o Censo QuintoAndar traz informações sobre o mercado residencial, com dados sobre caracterização dos domicílios, planejamento financeiro das pessoas em relação à moradia, além de hábitos, lifestyle, anseios e desejos. O estudo mostra, por exemplo, que a casa própria é um sonho para 87% da população. E que os brasileiros colocam a compra e quitação de um imóvel acima de religião, filhos e casamento.

Além disso, o estudo ainda traz um panorama sobre o efeito da pandemia de Covid-19 na moradia do brasileiro, ao mostrar dados sobre mudanças de hábitos e trabalho remoto.

“O QuintoAndar é o sinônimo de moradia para quem procura por um novo lar. E isso nos coloca em uma posição única para contribuir com todo o ecossistema imobiliário e cumprir o nosso propósito de abrir portas para que mais pessoas possam morar melhor. Já temos hoje uma produção sem igual de dados e inteligência de mercado. Já divulgamos diversos estudos e pesquisas, como o índice de variação de preço de aluguel e um relatório de rentabilidade de compra e venda, e para conhecer ainda mais a fundo como vivem os brasileiros, seus anseios e suas dores em relação à casa, criamos o Censo QuintoAndar de Moradia”, explica João Chueiri, Chief Marketing & Growth Officer do QuintoAndar.

Alugar, comprar ou vender? Vem comparar no QuintoAndar
Alugar, comprar ou vender? Vem comparar no QuintoAndar Descubra agora

Perfis dos entrevistados

No total, foram entrevistadas 3.816 pessoas acima de 21 anos entre os dias 11 e 21 de outubro de 2021. E a pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos para o total da amostra.

E além de ter passado pelas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste, o Censo QuintoAndar traz uma amostra representativa das regiões metropolitanas de Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte e dos macropolos da Baixada Santista e de Ribeirão Preto.

Veja alguns dados gerais sobre o público entrevistado para a pesquisa:

  • O público feminino representa 53% dos entrevistados, enquanto o masculino representa 46%;
  • 45 anos é a média de idade dos entrevistados;
  • Em termos de escolaridade, 34% têm o Ensino Fundamental, 46% concluíram o Ensino Médio e os outros 20% se formaram em algum Curso Superior;
  • 24% dos entrevistados estão nas classes A e B. A maioria, representando 49%, está na classe C, enquanto os 27% restantes fazem parte das classes D e E.;
  • Os casados reúnem 51% do total de entrevistados, enquanto 32% se declararam solteiros, 12% são separados e 6% são viúvos;
  • Em média, as pessoas moram em lares com 3 pessoas. Sendo que 15% dos entrevistados declararam que moram sozinhos, 23% disseram que moram em 2 pessoas, 25% moram em 3 pessoas e 20% revelaram que vivem sob o mesmo teto em um total de 4 pessoas. 

As casas dos brasileiros

De acordo com o Censo QuintoAndar, 62% dos entrevistados moram em imóveis quitados e 8% ainda em financiamento, totalizando 70% de brasileiros que moram em casas próprias.

No recorte regional, o Norte é a região com o maior percentual de entrevistados já donos de suas próprias casas: 76%. Em seguida vem o Nordeste (73%), o Sul (72%), o Sudeste (67%) e Centro-Oeste (65%).

Uma das perguntas feitas pelo Datafolha pedia que os entrevistados dessem notas, de 0 a 10, para o que consideravam prioridade em suas vidas, onde o 0 significava nada importante e o 10 significava muito importante. E ter o próprio imóvel foi a que recebeu a média mais alta, ao lado de profissão.

Veja as médias:

Prioridades do brasileiroNotas médias (de 0 a 10)
Ter casa própria9,7
Ter uma profissão9,7
Ter estabilidade financeira9,6
Ter uma família9,4
Ter plano de saúde9,2
Ter uma religião9,0
Ter um negócio próprio8,8
Ter um carro8,5
Ter filhos7,9
Casar6,9

Casa própria: um sonho da maioria

A casa própria é um grande anseio da maior parte dos brasileiros. De acordo com o Censo QuintoAndar, como já adiantamos no início deste artigo, 87% dos entrevistados concordam com a frase “Um dos meus sonhos é ter uma casa própria”.

Veja os percentuais dos que concordam com a frase acima nos recortes por faixa etária e classe social:

Faixa etária

  • 21 a 24 anos – 91%
  • 25 a 34 anos – 90%
  • 35 a 44 anos – 88%
  • 45 a 59 anos – 86%
  • 60 anos ou mais – 81%

Classe social

  • A – 70%
  • B – 80%
  • C – 88%
  • DE – 92% 
Anseios, configurações e tipos de lares brasileiros

Mais desejos dos brasileiros com a casa própria

Para 95% das pessoas, a casa é o local favorito. Esse percentual é ainda mais alto nas famílias com renda mais alta (10 ou mais salários mínimos): 97%.

 

Entre os jovens, o percentual dos que consideram a casa como um “local favorito” é de 89%. E os entrevistados da Região Sul que concordam com essa afirmação chegam a 91%.

Além disso, para a maioria dos entrevistados (76%) concordou com a afirmação Minha casa é onde passo a maior parte do meu tempo

 

E quanto mais idade as pessoas têm, maior é o tempo que elas passam dentro de suas casas. Veja o recorte por faixa etária das pessoas que concordam com a afirmação:

 

  • 21 a 24 anos – 68%
  • 25 a 34 anos – 67%
  • 35 a 44 anos – 72%
  • 45 a 59 anos – 77%
  • 60 anos ou mais – 92%

Em relação ao tipo de moradia dos brasileiros, o Censo QuintoAndar identificou algumas variações, porém com grande maioria para as casas. Veja alguns dados coletados pela pesquisa:

 

  • 88% dos entrevistados moram em casa, sendo que 75% ficam em ruas abertas e 12% em condomínios fechados ou vilas.
  • O percentual de quem mora em casa é maior em cidades do interior: 92%. Já nas capitais esse valor fica em 81%.
  • 12% do público ouvido mora em apartamento.

 

Veja como é a divisão entre casas e apartamentos nos recorte por classe social e escolaridade.

 

Classe social

A e B C D e E
Casas 81% 87% 94%
Apartamentos 19% 13% 6%

 

Escolaridade

Fundamental Médio Superior
Casas 94% 89% 74%
Apartamentos 6% 11% 26%

Já vimos que os lares brasileiros possuem, em média, 3 pessoas. Entrando mais a fundo nessa estrutura, o Censo QuintoAndar revelou que 85% das pessoas moram com alguém, sendo que 31% dos entrevistados moram com crianças ou adolescentes.

 

Veja quem com quem os brasileiros dividem suas casas (em %):

 

Filho (a) 37%
Marido/esposa 23%
Pai/mãe 10%
Irmãos 9%
Netos 5%
Sobrinho (a) 3%
Cunhado (a) 1%
Sogro (a) 1%
Genro/nora 1%
Tio (a) 1%
Enteado (a) 1%
Amigo (a) 1%
Avós 1%
Primo (a) 1%

 

O Censo QuintoAndar revelou também que 61% dos entrevistados possuem animal de estimação

 

Veja a divisão entre os tipos de animais:

 

  • Cachorros: 47%
  • Gatos: 22% 
  • Pássaros: 5% 
  • Outros: 6%

Em média, os imóveis no Brasil têm dois quartos. Mas veja como foi essa divisão entre os entrevistados do Censo QuintoAndar:

 

  • 1 quarto: 14%
  • 2 quartos: 47%
  • 3 quartos: 30%

Os imóveis residenciais no Brasil guardam outras características entre as mais comuns:

 

  • 1 banheiro: 65%
  • 2 banheiros: 26% 
  • 3 banheiros: 6%

Veja outras características dos imóveis brasileiros, segundo os entrevistados do Censo QuintoAndar:

 

  • 56% dos brasileiros moram em imóveis que possuem garagem;
  • 53% moram em locais com varanda;
  • 4% vivem em locais com escritórios;
  • 51% dos entrevistados já fizeram algum tipo de reforma em casa;

Hábitos na casa

O quarto é o cômodo favorito dos brasileiros em suas moradias e foi escolhido por 42% dos entrevistados. Em segundo lugar geral aparece a sala de estar (26%). E em terceiro está a cozinha, com 9%.

Veja quais são os cômodos preferidos dos brasileiros, segundo o Censo QuintoAndar (em %):

Em alguns recortes, a sala de estar ganha a primeira posição do quarto, apesar de ficar com a segunda colocação no geral. 

Veja os dois cômodos preferidos do brasileiro nesses diferentes recortes:

Faixa etária

Nos entrevistados com 60 anos de idade ou mais, a sala de estar ganha em preferência do quarto.

21 a 2425 a 3435 a 4445 a 5960 ou mais
Quarto67%55%40%38%27%
Sala de estar13%25%29%26%31%

Renda (classe social)

No recorte por renda, a sala de estar ganha do quarto apenas nas pessoas da classe A.

ABCD e E
Quarto26%39%44%44%
Sala de estar32%31%27%21%

Região

Na divisão por região, por uma margem bem pequena, apenas no Sul, o quarto aparece atrás da sala de estar, o que caracteriza um empate técnico, por conta da margem de erro de 2% para mais ou para menos.

SudesteSulNordesteCentro-OesteNorte
Quarto43%33%46%38%53%
Sala de estar28%34%22%25%17%

O que as pessoas gostam de fazer em suas casas

As pessoas aproveitam suas casas das formas mais diversas possíveis. Mas há algumas preferências que costumam agradar à maioria. 

Veja quais são: 

  • 81% dos brasileiros gostam de cozinhar em casa;
    • Os valores são próximos em todas as faixas etárias, mas mudam com a classe econômica: 73% na classe A e 85% nas classes D e E.
  • 76% gostam de receber amigos;
    • As pessoas de classes mais altas têm maior concordância. 
    • Na classe A, 87% gostam de receber amigos em casa, contra 70% nas classes D e E.
  • 69% dos entrevistados gostam de ter e cuidar de plantas;
    • Esse número aumenta com a idade e chega a 80% entre os maiores de 60 anos;
    • E é mais alto nas classes mais baixas: 76% das pessoas nas classes D e E declararam essa preferência.
Efeitos da pandemia na moradia

Como a Covid-19 afetou os hábitos dos brasileiros em suas casas

Desde o começo de março de 2020, a pandemia de Covid-19 provocou grandes mudanças na relação das pessoas com suas casas no mundo todo, por conta da necessidade do isolamento social. E aqui no Brasil não foi diferente.

 

Nas entrevistas para o Censo QuintoAndar, o Datafolha identificou alguns hábitos que os brasileiros passaram a fazer com mais frequência por conta da necessidade de ficarem em casa. 

 

Veja quais são:

 

  • Fazer oração: 64%
  • Tarefas domésticas: 60%
  • Cozinhar: 56%
  • Ouvir música: 56%
  • Assistir a filmes ou séries na internet: 45%

De acordo com o Censo QuintoAndar, uma em cada quatro pessoas (26%) no Brasil passou a trabalhar remotamente com mais frequência por conta da pandemia de Covid-19. 

 

Entre as pessoas com filhos, 24% passaram a trabalhar em casa, enquanto as pessoas sem filhos somaram 34% entre os que responderam “sim” para trabalho remoto.

 

A pesquisa apurou o percentual das pessoas que adotaram o home office também de acordo com alguns recortes. 

 

Veja quais:

 

Escolaridade

Fundamental Médio Superior
Pessoas em trabalho remoto 21% 23% 42%

 

Renda (Classe social)

A B C D e E
Pessoas em trabalho remoto 48% 32% 25% 21%

Inspiração e impacto no ecossistema imobiliário

O QuintoAndar é a maior plataforma de moradia da América Latina e oferece uma experiência direta, simples e transparente para quem busca um lugar para morar e para quem tem uma casa para alugar ou vender. 

Como referência e autoridade em moradia, estamos compartilhando esse estudo para inspirar e impactar positivamente todo o ecossistema imobiliário, de empresas a consumidores.