Como financiar um imóvel é uma pergunta comum para quem deseja adquirir a casa própria ou investir em propriedades. Afinal, o processo de financiamento envolve várias etapas que podem parecer complexas à primeira vista. Contudo, entender esses passos é essencial para fazer uma escolha informada que se adeque ao seu estilo de vida.

Atualmente, o financiamento imobiliário no Brasil é bastante acessível e diversas instituições oferecem diferentes condições e taxas de juros. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, é uma das opções mais procuradas por oferecer condições facilitadas e programas específicos para diferentes perfis de compradores. 

Por isso, conhecer as exigências e os documentos necessários para dar entrada no financiamento é fundamental para garantir que tudo aconteça sem imprevistos.

Nesse sentido, se você quer entender como funciona um financiamento de imóvel, além de esclarecer dúvidas sobre prazos e taxas de juros sem comprometer o seu bolso, continue a leitura deste artigo!

Navegue pelo conteúdo

As melhores taxas do mercado para financiar seu imóvel
As melhores taxas do mercado para financiar seu imóvel Quero financiar

Leia também: Aprenda tudo o que você precisa saber sobre como financiar imóvel usado

Como financiar um imóvel?

Imagem de um casal assinando um documento na frente de uma agente imobiliária para ilustrar matéria sobre como financiar um apartamento
O financiamento imobiliário funciona como uma espécie de empréstimo pago a longo prazo

Antes de tudo, é preciso entender o que é o financiamento de imóvel. Financiar um imóvel significa pegar um empréstimo para comprar a casa própria. O dinheiro é utilizado especificamente com essa finalidade e é totalmente direcionado ao vendedor do imóvel. 

Em outras palavras, o comprador paga o bem por meio de prestações mensais para a instituição financeira, com taxa de juros, prazo de pagamento e outras condições previamente acordadas.

Todos os detalhes estão definidos em contrato. Ele é assinado pelas duas partes para garantir a segurança na negociação. Assim, você já sabe exatamente quanto vai pagar por mês e evita surpresas ao longo do caminho.

Normalmente, o financiamento imobiliário tem uma das taxas de juros mais baixas do mercado. Além disso, os prazos de pagamento são longos, de até 35 anos. Com o financiamento, é possível comprar propriedades novas e usadas, para uso comercial ou residencial, de vários tipos. Por exemplo:

  • Casas;
  • Apartamentos;
  • Prédios;
  • Galpões;
  • Lotes;
  • Terrenos.

Leia mais: INCC: o que é, como é calculado e como influencia no financiamento

Por que financiar um imóvel?

Comprar a casa própria é o desejo de milhões de brasileiros. Para se ter uma ideia, de acordo com o Censo QuintoAndar de Moradia, 87% da população tem esse objetivo na vida. 

Atualmente, as parcelas do financiamento imobiliário são semelhantes aos valores de um aluguel – ou até mais baixas. Por isso, essa é uma forma de morar em um imóvel próprio e evitar problemas com o seu planejamento financeiro pessoal.

Além disso, ao financiar uma casa ou apartamento você garante inúmeras vantagens. Como, por exemplo:

  • Consolidação de patrimônio. Ou seja, você pode construir seu futuro aos poucos;
  • Redução dos eventuais problemas com o imóvel, já que o procedimento é criterioso e não aceita propriedades com problemas de documentação ou irregulares, por exemplo;
  • Possibilidade de morar imediatamente no imóvel, como se tivesse pagado à vista;
  • Possibilidade de utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para amortizar o valor devido ou dar a entrada.

Em quais situações é indicado fazer um financiamento?

Imagem de um casal casal ao lado de um cachorro filhote desempacotando caixas de mudança em um cômodo vazio para ilustrar matéria sobre como funciona um financiamento de imóvel
Antes de tudo, você deve analisar as suas finanças para garantir que o financiamento será uma boa opção

O financiamento de imóvel novo ou usado é um compromisso a longo prazo. Por isso, é importante fazer uma boa avaliação das suas finanças antes de tomar uma decisão. Nesse sentido, esse recurso é válido para quem:

  • Mora de aluguel e paga um valor equivalente ao que pagará na parcela do financiamento;
  • Já se planejou financeiramente e deseja construir seu patrimônio;
  • Analisou suas próprias condições e chegou à conclusão de que a maioria das variáveis condiz com o seu momento de vida atual;
  • Pesquisou as opções e encontrou uma que se encaixa no orçamento familiar.

Quem pode fazer um financiamento?

Qualquer pessoa está apta a fazer um financiamento de imóvel usado ou novo, basta cumprir as exigências da instituição financeira.  De modo geral, é solicitado que a pessoa:

  • Tenha mais de 18 anos;
  • Não tenha pendências com o Fisco nem com a Previdência Social;
  • Esteja com o nome limpo;
  • Tenha uma renda compatível com o financiamento – o ideal é que as parcelas ocupem, no máximo, 30% da renda mensal;
  • Seja brasileiro naturalizado ou nato, ou seja um estrangeiro com visto de residência permanente.

Como funciona um financiamento de imóvel?

Imagem de um casal e uma criança sentados no chão em meio a caixas de mudança em um cômodo vazio para ilustrar matéria sobre como saber se consigo financiar um imóvel
O financiamento imobiliário é uma das principais formas de conquistar a casa própria

Quando alguém compra um imóvel, é possível financiar o pagamento. Isso porque são bens com valores bastante elevados. Ou seja, nem sempre é possível pagar de uma só vez. Assim, você quita apenas a entrada e faz o restante de forma parcelada.

Por isso, os bancos primeiro pagam ao vendedor do imóvel a quantia que o comprador precisa para completar a oferta. Depois, o novo proprietário realiza o pagamento à instituição conforme as parcelas acordadas. 

Além disso, se sua dúvida é como financiar um apartamento ou como financiar um imóvel usado, vale ressaltar que o processo de financiamento não muda. Ou seja, funciona da mesma forma para a compra de uma casa ou apartamento novo ou usado. 

O passo a passo funciona assim:

1. Entrega da documentação

Primeiramente, a documentação é encaminhada para o banco que fará o financiamento. Então, para evitar problemas, separe todos os dados com antecedência para garantir que todas as informações sejam enviadas.

2. Análise de crédito

Esse é o momento em que o histórico de relacionamento do potencial comprador do imóvel é avaliado. Nesse sentido, quanto melhor for o seu score de crédito, mais fácil será para obter a aprovação do financiamento. Nessa etapa é verificado também se a sua renda é compatível com o pagamento das parcelas.

3. Avaliação do imóvel

Em seguida, é a hora de analisar os documentos da propriedade. Também abrange verificação de possíveis pendências judiciais e a garantia de que o bem está condizente com as exigências do banco. 

Entre os requisitos avaliados, estão matrícula do imóvel atualizada, planta baixa, escritura e registro e certidões negativas do bem. 

4. Assinatura do contrato

Por fim, as partes envolvidas devem fazer a subscrição. Então, o documento deve ser formalizado no Cartório de Registro de Imóveis. Assim, você passa a deter a posse. 

No entanto, ainda consta que o imóvel está alienado para o banco. Assim que toda a dívida for paga, a escritura e o registro são atualizados.

O que é necessário para financiar um imóvel?

Para financiar um imóvel, é necessário apresentar uma série de documentos que comprovam tanto a capacidade financeira do comprador quanto a regularidade do imóvel. Os documentos principais incluem:

  • Documentos pessoais: RG e CPF; comprovante de estado civil (certidão de nascimento, casamento, divórcio ou óbito); comprovante de residência atualizado; comprovante de renda.
  • Documentos do imóvel: matrícula atualizada do imóvel; certidão negativa de ônus reais; planta do imóvel; habite-se (para imóveis novos); certidões negativas de débitos municipais e estaduais; certidão negativa de tributos imobiliários.
  • Documentos do vendedor: RG e CPF; comprovante de estado civil; certidões negativas de débito trabalhista, de ações cíveis e criminais, e de protestos.
  • Documentos do Financiamento: proposta de financiamento preenchida; avaliação do imóvel pela instituição financeira; contrato de compra e venda.

Como financiar um imóvel pela Caixa?

Imagem de uma casa moderna de dois andares para ilustrar matéria sobre como financiar um imóvel pela Caixa
O pedido de financiamento passa por uma análise feita pela instituição antes de ser liberado

Primeiramente, você deve escolher a propriedade ou, no mínimo, ter uma ideia do valor do bem que deseja comprar. 

Em seguida, faça uma simulação. O próprio site da Caixa tem um simulador de financiamento imobiliário. Com ele, você vai descobrir se os valores estão dentro da sua realidade financeira. Se estiver tudo certo, é hora de separar os documentos e se dirigir a uma agência. 

Fale com um gerente, faça o seu cadastro e aguarde. Em até cinco dias úteis, a Caixa retorna com a pré-aprovação do financiamento e os detalhes como prazo de pagamento, valor de entrada e taxa de juros, por exemplo. 

Quando você encontrar o imóvel ideal, uma equipe de profissionais da instituição fará a avaliação do local e dos documentos do vendedor. Além disso, vai conferir se a propriedade se encaixa no financiamento do banco. Esse laudo é concluído em cerca de 15 dias. 

Se estiver tudo certo, o financiamento é liberado, basta assinar o contrato com a instituição bancária.

Leia também: Entenda como funciona a taxa de financiamento imobiliário e suas implicações

Qual a renda necessária para financiar um imóvel?

A renda necessária para financiar um imóvel varia conforme o valor da propriedade, o perfil do comprador e as condições do financiamento. 

Geralmente, os bancos consideram que a prestação mensal do financiamento não deve comprometer mais que 30% da renda mensal bruta do comprador. 

Portanto, quanto maior a renda, maior a capacidade de obter um financiamento que se adeque às condições financeiras do comprador, considerando também a análise de crédito e outros fatores como o valor da entrada disponível.

Como saber se consigo financiar um imóvel?

Para determinar se você pode financiar um imóvel, considere sua renda mensal em relação ao valor da prestação, que geralmente não deve exceder 30% da sua renda. 

Os bancos também analisam seu histórico de crédito, incluindo seu score, para avaliar seu perfil de risco. 

Além disso, é importante ter uma entrada e preparar toda a documentação necessária, como comprovantes de renda e documentos pessoais. 

Por fim, faça simulações de financiamento em diferentes instituições para comparar condições de pagamento, taxas de juros e prazos, o que ajudará a determinar sua capacidade de financiamento.

Leia mais: IOF no financiamento imobiliário: conheça este imposto e saiba quando ele é cobrado

Financie o seu imóvel com o QuintoAndar

Agora que você já sabe como funciona todo o processo de financiamento de imóvel, chegou a hora de ir para o próximo passo: encontrar a casa ou apartamento que você sempre sonhou! 

O QuintoAndar, maior plataforma de moradia da América Latina, está presente em mais de 70 cidades brasileiras. A plataforma permite que você filtre por cidade, bairro, faixa de preço, quantidade de quartos e muito mais. Assim, você encontra uma propriedade que combina com o seu estilo de vida.

Mais de 150 mil imóveis; a sua história começa no QuintoAndar
Mais de 150 mil imóveis; a sua história começa no QuintoAndar Compre o seu

Além disso, o financiamento da casa própria no QuintoAndar é uma experiência completamente diferente – mais ágil, menos burocrática e com as melhores condições. Clique aqui para simular o seu financiamento e dê o primeiro passo para conquistar o seu novo lar!