Em situações burocráticas do dia a dia, como solicitações de empréstimos, matrículas em instituições de ensino, entre outros, há a obrigatoriedade da apresentação de um comprovante de residência.

O objetivo é evitar golpes e provar que a pessoa mora na localidade informada. No entanto, muitas pessoas têm dúvidas sobre quais são os documentos aceitos como comprovante de residência.

Há também casos em que as pessoas mudam de cidade e não têm como comprovar residência. Nesse caso, quais medidas devem ser tomadas para solucionar esse problema?

Independentemente do seu caso, preparamos este artigo para te ensinar tudo sobre o que é esse documento e quais são as maneiras de comprovar que você reside em um lugar.

Acompanhe a leitura!

Navegue pelo conteúdo:

O que é comprovante de residência?

O comprovante de residência é um documento que atesta onde uma pessoa vive, se ela possui residência fixa ou alugada. 

É usado em situações para cadastro de clientes e abertura de contas em bancos, por exemplo. Mas para que serve o comprovante de residência?

A principal função do comprovante é evitar fraudes. Empresas e órgãos usam o endereço informado para enviar cobranças ou para fazer ofertas para você.

O que é aceito como comprovante de residência?

Depende da empresa solicitante. Isso porque não há uma lei que estabelece quais são os principais documentos admitidos como comprovante de residência.

No entanto, há alguns que são comuns e normalmente aceitos na maioria dos órgãos e empresas: 

Para boletos de mensalidade, faturas de cartão de crédito e contas de água, luz e telefone o prazo máximo é de três meses da data de emissão. Já documentos como contrato de aluguel e licenciamento de veículos podem ter uma data maior.

No entanto, verifique com o órgão solicitante quais documentos são admitidos e qual o tempo máximo de emissão.

Outro ponto importante é que esses títulos devem estar no nome da pessoa que precisa comprovar onde mora. 

Se você não tem nenhum documento no seu nome, porque mora com pais e outros parentes, será necessário emitir uma declaração que comprove a sua residência no endereço informado.

Essa declaração serve para comprovar o grau de parentesco com os familiares e verificar a sua moradia no local. 

Se o imóvel é alugado e as contas continuam no nome do proprietário, também será necessária a elaboração de um registro da sua residência no lugar. 

Quais são as informações que devem ter em um comprovante de residência?

Além do seu nome completo, é necessário ter o seu RG, CPF e o endereço da moradia. Só assim é possível confirmar a veracidade das informações.

No caso de documentos com nomes de terceiros, também é importante que essas informações estejam completas e legíveis. 

Como emitir um comprovante de residência?

Para emitir um comprovante de residência basta ter em mãos as contas que já citamos ao longo do artigo.

Porém, se não for possível ter posse desses documentos, saiba que há a alternativa de emissão de comprovante de residência online. 

Essa prática é muito comum atualmente. Empresas oferecem a opção para seus clientes receberem faturas e outras contas por e-mail. 

Ou então, é possível acessar os sites oficiais de produtos e serviços que você utiliza e emitir os boletos.

Você pode imprimir contas de água, luz, telefone ou faturas de cartão de crédito. Se for possível, envie de forma online para os órgãos que estão exigindo a comprovação.

Muito prático, não é mesmo? Mas não esqueça: todos devem estar no seu nome.

Como comprovar residência se não tenho nada no meu nome?

Você deve providenciar uma Declaração de Residência. Esse documento é impresso e assinado por você ou pelo proprietário da residência.

O texto da declaração deve conter informações como nome completo, RG, CPF do proprietário e do interessado, além do endereço da moradia. 

Na declaração, deve-se afirmar que determinada pessoa mora no local por nível de parentesco ou aluguel.

Ao finalizar a elaboração do documento, é necessário realizar a autenticação em cartório.

Como elaborar a Declaração de Comprovante de Residência?

Há duas maneiras de fazer uma declaração de residência: a assinada pelo interessado e a assinada pelo proprietário.

No entanto, qual delas usar? Isso depende da empresa solicitante do documento. Alguns órgãos já fornecem a estrutura da declaração.

Mas há casos em que você terá que elaborar. Se essa for a situação, não se preocupe. Vamos te ajudar com dois modelos de declaração de residência. Você pode se inspirar e fazer as modificações necessárias. Confira a seguir!

Declaração de residência assinada pelo interessado

Eu, (nome completo do interessado), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito no RG nº ____ e no CPF sob o nº ____, declaro para os devidos fins, nos termos da Lei nº 7.115/1983, que resido à (nome da rua ou avenida), nº __ Bairro _____, CEP _____ na cidade de ___, no estado de _____.

Por ser a expressão da verdade, firmo a presente declaração para efeitos legais.

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

_________________________

Assinatura do declarante”

Declaração de residência assinada pelo proprietário do imóvel

“DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA

Eu, (nome completo do proprietário), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito (a) no CPF sob o nº _______ e no RG nº ______, declaro para os devidos fins, nos termos da Lei nº 7.115/1983, sob minha responsabilidade, que (nome do interessado), (nacionalidade), (estado civil), inscrito (a) no CPF sob o nº ____ e no RG nº _____, possui residência e domicílio à (nome da rua ou avenida), nº ___, bairro ___, CEP ____ na cidade de ____, onde também resido.

Por ser a expressão da verdade, firmo a presente DECLARAÇÃO para efeitos legais.                                                                                                  

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

________________________________

Assinatura do Declarante”

Quer ter uma residência em seu nome? Conte com o QuintoAndar!

Agora você já sabe o que é um comprovante de residência e quais são os principais documentos aceitos na maioria das instituições. 

Além disso, você pode usar nossos modelos de declaração de residência se não possuir nenhum registro em seu nome — mas para acabar com esses problemas, não perca tempo e comece a procurar hoje a casa dos seus sonhos!Com o QuintoAndar, você encontra exatamente o que está procurando: casa ou apartamento, grande ou pequeno, com quantos cômodos você quiser. Os mais de 70 filtros de busca disponíveis ajudarão você a encontrar o lar ideal para ter em seu nome!

Anuncie gratuitamente seu imóvel no QuintoAndar.
Anuncie gratuitamente seu imóvel no QuintoAndar. Saiba mais