A verdade é que a maioria das pessoas que sonham com a casa própria desejam conquistar o lar dos sonhos com tudo aquilo que precisam para garantir bem-estar e qualidade de vida. E é justamente por isso que muitos podem ficar em dúvida se vale mais a pena construir ou reformar. 

Embora fosse mais fácil receber uma resposta direta e definitiva que solucione o problema, acontece que cada opção tem suas vantagens e desafios. Nesse sentido, o que vai definir o que é mais vantajoso são fatores como orçamento, tempo disponível para a execução da obra e preferências pessoais. 

Então, se você quer conferir os prós e contras de construir e reformar para tomar uma decisão mais assertiva, é só continuar a leitura deste artigo!

Navegue pelo conteúdo:

Encontre o imóvel ideal sabendo quanto vai gastar desde o início
Encontre o imóvel ideal sabendo quanto vai gastar desde o início Compre o seu

Leia também: Comprar um imóvel ou ficar no aluguel: qual opção é melhor pra mim?

Vale mais a pena construir ou reformar?

Decidir entre construir ou reformar é uma das maiores decisões que proprietários de imóveis enfrentam para deixar a casa do jeito que sempre sonharam. Isso acontece porque ambas as possibilidades têm vantagens e desvantagens bem específicas que precisam ser avaliadas em uma análise cuidadosa.

Afinal, esteja você construindo ou reformando, sem dúvidas o objetivo é um só: melhorar os ambientes do imóvel, garantir mais praticidade e alcançar o nível de qualidade de vida que toda a família merece. 

Por isso, antes de se decidir entre uma das duas opções, é importante que você entenda o que cada processo envolve. 

Em primeiro lugar, construir significa começar algo do zero, ou seja, criar uma estrutura nova em um terreno vazio. Já reformar envolve o processo de modificar uma estrutura existente para atender às novas necessidades e preferências. 

Então, se você quer saber se vale mais a pena construir ou reformar, será necessário avaliar o orçamento disponível, a estrutura do imóvel já construído e as modificações necessárias para a obra. 

Todavia, a dica mais importante é que, antes de tomar essa decisão sozinho, lembre-se de contar com a ajuda de um profissional com expertise no assunto, como um engenheiro, por exemplo. Ele será capaz de avaliar a estrutura do imóvel existente e de sinalizar se vale mais a pena reformá-lo ou investir em um terreno para começar do zero. 

A depender da avaliação, pode ser mais vantajoso construir. Agora, se o orçamento for mais limitado e a estrutura do imóvel já construído estiver boa, uma reforma poderá ser suficiente para elevar o padrão da residência.

Qual a diferença entre construção e reforma?

Imagem de um casal composto por um homem e uma mulher inspecionando sua futura casa de madeira em construção para ilustrar matéria que fala sobre construindo ou reformando
A reforma é ideal quem tem o orçamento mais curto, mas ainda deseja melhorar os ambientes da casa

Construir significa iniciar uma obra em um terreno onde não existe nada no local. Ou seja, durante uma construção, você poderá projetar a disposição da casa como quiser e acompanhar o desenvolvimento do início ao fim. 

Já uma reforma significa fazer alterações em algo que já existe. Nesse sentido, não existe uma nova construção, mas sim reparos em estruturas disponíveis no espaço. Aqui, a escolha é válida quando não existem grandes danos estruturais ao imóvel e o proprietário deseja reparar danos, repaginar o local ou otimizar os ambientes, por exemplo.

Vantagens e desvantagens de construir

Imagem de trabalhadores em uma casa em obras avaliando a estrutura e carregando ferramentas perto de um carrinho de mão para ilustrar matéria sobre construir ou reformar
A construção pode ser mais vantajosa para quem deseja mais liberdade de personalização

Se você está pensando em construir uma casa, fique sabendo que iniciar um projeto do zero te permite personalizar cada detalhe, desde a planta até os acabamentos finais. Nesse sentido, é possível escolher o layout que mais atende às necessidades da família e garantir que todos os materiais utilizados no imóvel sejam novos. 

Assim, como tudo na casa será novo, o proprietário provavelmente terá menos problemas com reparos nos primeiros anos. Ou seja, é possível ter menos dor de cabeça com ajustes ou falhas inesperadas a curto prazo. 

Todavia, construir do zero pode ser bem mais caro do que reformar, especialmente se o terreno ainda precisar ser preparado – ou até mesmo adquirido. Nesses casos, além dos custos com materiais de construção, lembre-se de que licenças e honorários de arquitetos, engenheiros e demais profissionais que atuarão na obra também entram na conta. 

Por fim, construir uma casa nova leva tempo. Dessa forma, a depender do tamanho e da complexidade do projeto, pode ser que demore vários meses a mais de um ano até a conclusão. Em outras palavras, você precisará de um lugar alternativo para morar até que as obras terminem. 

Leia mais: Financiamento de terreno: como levantar do chão a sua casa dos sonhos

Vantagens e desvantagens de reformar

Imagem de um casal composto por um homem e uma mulher pintando a parede de um imóvel para ilustrar matéria sobre reformar ou construir
Para quem tem o orçamento limitado, pode ser mais vantajoso reformar

Agora, a verdade é que reformar uma estrutura existente pode ser mais vantajoso para o bolso do que construir do zero, especialmente se você puder manter a maior parte da estrutura e dos sistemas principais. Assim, será possível atualizar pontos importantes da residência sem que seja necessário iniciar uma construção em um terreno vazio. 

Em seguida, o tempo necessário para completar o projeto pode ser significativamente menor do que construir uma nova casa. Embora isso dependa da extensão da reforma, a boa notícia é que você poderá voltar para casa mais rapidamente – e, em muitos casos, nem será necessário se mudar para fazer as alterações necessárias. 

As melhores taxas do mercado para financiar seu imóvel
As melhores taxas do mercado para financiar seu imóvel Quero financiar

Porém, a principal desvantagem ao escolher reformar é que você estará limitado pela estrutura existente. Ou seja, algumas mudanças podem não ser possíveis sem reformas significativas e mais caras – o que reduz as opções de reformulação e personalização. 

Além disso, pode ser que, durante a reforma, surjam imprevistos que não estavam planejados no orçamento, como encanamentos antigos ou fiação elétrica que precisa de substituição, por exemplo. Junto aos custos, esse tipo de situação também aumenta o tempo necessário para a conclusão do projeto. 

Explore o conteúdo: Como economizar na reforma da casa: 13 dicas práticas para poupar na execução da obra

O que é mais barato: reformar ou construir?

Ao optar por construir, existe uma situação que pode aumentar os custos totais da obra: a aquisição do terreno. Caso precise comprar, esse valor precisa ser incluído no orçamento. Agora, se você já possuir o espaço, isso com certeza irá reduzir os custos iniciais. 

Quanto aos materiais e mão de obra, o mais comum é que a construção de uma nova casa envolva gastos mais elevados com materiais de construção e mão de obra qualificada. Afinal, será necessário comprar e construir tudo do zero. Nesse sentido, a depender da complexidade dos reparos, pode ser mais barato reformar. 

Aqui, tudo vai depender do tipo de construção ou reforma que você pretende fazer. Por isso, é necessário considerar todos os custos potenciais e compará-los com o orçamento disponível. 

Seja construindo ou reformando, será necessário orçar materiais, mão de obra, profissionais experientes e, em alguns casos, até mesmo o financiamento para conseguir fazer o projeto mais rápido.

Como usar o FGTS para construir ou reformar?

O FGTS só poderá ser utilizado para construir um imóvel caso esteja vinculado a um financiamento

Para quem quer usar o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para construir uma casa em um terreno, a boa notícia é que o valor pode ser usado como entrada do financiamento. 

Nesse sentido, o primeiro passo é verificar o saldo disponível e juntar os seguintes documentos que devem ser apresentados à Caixa Econômica Federal na hora da solicitação a um agente bancário:

  • Documento oficial de identificação;
  • Carteira de trabalho;
  • Extrato da conta vinculada ao FGTS;
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF);
  • Declaração do DIRF do cônjuge ou companheiro, caso o solicitante seja casado. 

Todavia, a Caixa Econômica Federal não autoriza o uso do FGTS para reformar, ampliar ou melhorar um imóvel já construído. Os recursos apenas podem ser utilizados para aquisição da casa própria, aquisição em terreno em construção ou construção em terreno vazio. 

Saiba mais: Financiamento para reforma: Vale a pena levantar esse tipo de linha de crédito?

Encontre seu novo lar com as facilidades do QuintoAndar

A partir de agora, você já tem todas as informações que precisa para avaliar suas metas, necessidades e orçamento disponível para escolher entre construir ou reformar a casa dos seus sonhos. E se você ainda precisa encontrar o local ideal para colocar esse planejamento em prática, chegou a hora de começar a busca. 

Com o QuintoAndar, você pode encontrar o imóvel que você sempre quis em mais de 75 cidades brasileiras com muito mais rapidez. Afinal, a maior plataforma de moradia tem todas as ferramentas que você precisa para otimizar a busca e pegar as chaves do seu novo lar com mais segurança, transparência e sem burocracias. 

Mais de 150 mil imóveis; a sua história começa no QuintoAndar
Mais de 150 mil imóveis; a sua história começa no QuintoAndar Compre o seu

Acesse o site ou app agora mesmo e aproveite as facilidades do QuintoAndar para definir seu novo endereço. Depois disso, é só iniciar a obra ou reforma para finalmente garantir a qualidade de vida que você merece.