Você tem uma propriedade e está pensando em vendê-la? Se sim, é provável que tenha se perguntado: “Preciso de um corretor para vender meu imóvel?”. Afinal, esse profissional cobra uma comissão, o que significa que você receberá um valor menor pela venda. No entanto, contar com a ajuda de um corretor é essencial para uma negociação bem-sucedida.

Em alguns casos, pode ser necessário contar com o apoio de até dois corretores durante o processo de venda, o que pode agilizar a transação. Nesses casos, há a divisão da comissão imobiliária entre os profissionais.

Os corretores são fundamentais porque possuem o conhecimento necessário para calcular o valor adequado de venda do imóvel. Eles sabem as formas mais eficientes de divulgação e têm uma lista de clientes potenciais. Além disso, compreendem o funcionamento do mercado imobiliário e são capazes de reduzir as burocracias envolvidas na operação.

Saiba mais abaixo como um corretor de imóveis pode ajudar no processo de venda.

Confira o que você vai ler aqui:

Aqui seu anúncio é visto por mais de 50 mil pessoas todos os dias
Aqui seu anúncio é visto por mais de 50 mil pessoas todos os dias Anunciar imóvel

Sou obrigado a ter corretor de imóveis?

Não, você não tem a obrigação de ter um corretor de imóveis. No entanto, é indicado contar com o auxílio desse profissional para evitar a ocorrência de erros no processo de venda de imóvel.

Riscos de não ter o auxílio de um corretor de imóveis

  1. Você pode cometer erros na documentação, que podem levar a processos judiciais posteriores;
  2. Pode haver dificuldade em encontrar um comprador;
  3. A precificação do imóvel pode ser errada;
  4. O contrato de compra e venda pode ter problemas;
  5. A documentação do imóvel, do comprador ou do vendedor pode ter algum impedimento;
  6. A divulgação pode ser ineficiente por não saber identificar os pontos fortes e fracos da propriedade;
  7. Você pode perder várias oportunidades por não cuidar da aparência do imóvel, isto é, aplicar o chamado home staging.

Precisa ser corretor para vender imóveis?

Você não precisa ser corretor para vender imóveis, porque existe a modalidade chamada venda direta. Nesse caso, sua propriedade é negociada diretamente com o comprador, sem a intermediação de um profissional. No entanto, essa prerrogativa só vale para o proprietário. Caso contrário, é necessário ter o consultor imobiliário.

Em outras palavras, você pode negociar os seus bens imobiliários, mas não os de outras pessoas. Essa regra está determinada tanto na Constituição Federal quanto na Lei 6.530/1978. Ambas definem que somente o corretor pode fazer a intermediação na compra, venda e locação de bens imóveis.

Ou seja, tudo depende do que você pretende. Se for negociar o seu bem, não é necessário. Se for o de outra pessoa, sim, ou a atividade será ilegal.

Quem não tem Creci pode vender imóvel?

Não, quem não tem Creci não pode vender imóvel, apenas se for o proprietário. Qualquer atividade de intermediação de compra, venda e locação de bens deve ser feita por profissionais credenciados, caso contrário, a atividade é considerada ilegal. Inclusive, o corretor tem responsabilidade civil e criminal, podendo responder por possíveis problemas.

Por isso, muitas vezes é preciso um corretor para vender imóvel. Afinal, a negociação costuma ser complexa e a legislação exige o Creci para o processo de intermediação.

Quais os custos envolvidos na contratação de um corretor de imóveis?

Os custos envolvidos na contratação de um corretor de imóveis se referem à comissão paga ao profissional pelo serviço prestado. A média é de 6% para propriedades usadas e 5% para as novas. No entanto, o percentual varia conforme a empresa e a indicação do Creci de cada estado.

Quais são as vantagens de vender imóvel com corretor?

  1. O corretor conhece o mercado imobiliário e tem credibilidade para fazer o processo de venda de imóvel;
  2. A avaliação do imóvel é mais precisa e você evita perder dinheiro;
  3. Você economiza tempo, porque o corretor cuida de toda a parte burocrática e divulgação da propriedade;
  4. O corretor tem um número maior de canais para divulgar o seu imóvel, como o site da imobiliária, redes sociais e outros locais, além de já ter uma cartela de clientes;
  5. O profissional de corretagem tem a habilidade de negociação de venda de imóvel, fazendo com que ambas as partes façam um acordo justo. Ele também tem o conhecimento e a experiência necessários;
  6. Você não terá problemas com a documentação e a burocracia;
  7. Você não cairá em golpes, porque terá uma garantia de pagamento e não fará um contrato de gaveta.

Como escolher um corretor de imóveis?

  1. Verifique se o profissional tem registro no Creci;
  2. Confira a sua experiência de mercado;
  3. Veja se o corretor é realista e consegue identificar as suas necessidades;
  4. Analise se ele usa as novas tecnologias. Essa é uma forma de saber como vender imóvel rápido;
  5. Identifique o conhecimento do profissional sobre a região;
  6. Prefira uma pessoa simpática, que consegue estabelecer uma boa conversa;
  7. Obtenha referências do profissional com clientes antigos dele;
  8. Avalie se você tem compatibilidade com o perfil do corretor.
  9. Garanta acesso a uma consultoria imobiliária, que vai além do processo de compra e venda.
  10. Tenha atendimento no pós-venda.

Tenha um corretor de imóveis à sua disposição no QuintoAndar

Contar com um corretor é uma das principais dicas para vender imóvel. Afinal, esse profissional sabe como fazer uma negociação rápida e sem burocracia.

Por isso, conte com a ajuda do QuintoAndar. Nossa plataforma é a maior da América Latina e tem milhares de imóveis nas principais cidades brasileiras, além de ter os profissionais mais qualificados para ajudar no processo de venda de imóvel.

Anuncie na plataforma com mais de 12 milhões de acessos por mês
Anuncie na plataforma com mais de 12 milhões de acessos por mês Anunciar imóvel