À primeira vista, uma planta de imóvel pode parecer apenas um desenho. Porém, é esse desenho que fornece todas as informações sobre a edificação do lugar que você mora ou vai morar. Ou seja, ela é bem importante!

Os detalhes contidos nesse esquema são essenciais não só para os compradores, mas também para os locatários. Quer entender o porquê? Então continue a leitura!

Navegue pelo conteúdo

O que é uma planta de imóvel?

Uma planta de imóvel, ou planta baixa, nada mais é do que a representação da casa ou do apartamento em posição horizontal, visto de cima, sem o teto, em escala reduzida e proporcional. 

Ela serve para planejar o funcionamento da residência, bem como a quantidade, disposição e tamanho dos cômodos. Basicamente, uma planta baixa deve conter: 

  • Paredes;
  • Aberturas (portas e janelas);
  • Definição dos espaços;
  • Nível da construção;
  • Cotagem;
  • Componentes hidráulicos e elétricos.

É impossível realizar obras em um imóvel sem que a planta esteja totalmente finalizada. Depois de definida e aprovada pelo proprietário, é este desenho esquemático que vai guiar os responsáveis pela construção para que eles saibam detalhadamente o que fazer.

Existem alguns outros tipos de plantas, como a humanizada, que inclui a distribuição de móveis e pisos em diferentes cores para facilitar a compreensão dos interessados, e, ainda, plantas com opções de visualização em 3D, que são muito mais realistas. 

Após a confecção das plantas, entram em cena os projetos complementares, como o elétrico, hidráulico, estrutural, interiores, paisagístico etc.

Quem faz a planta baixa de um imóvel?

O profissional adequado para fazer uma planta de imóvel é o arquiteto

Em casos pontuais, um designer também pode fazer esse trabalho. Por exemplo, quando você vai fazer uma reforma na lavanderia ou separar dois ambientes para criar um espaço para o home office. 

Em ambos os casos, os profissionais trabalham em parceria com o engenheiro civil, que vai garantir a viabilidade do projeto para aquele imóvel. 

Leia mais: Projeto de decoração: seu quarto, seu canto, sua cara! – MeuLugar

Como fazer a planta de um imóvel?

Arquitetos e designers são capazes de montar o desenho de uma planta baixa à mão, usando apenas papel, caneta e régua!

No entanto, hoje em dia temos diversos softwares como AutoCad, SketchUp, 3D Studio Max, ArquiCad, entre outros, para criar plantas baixas, humanizadas e em 3D em pouco tempo para apresentar ao proprietário. 

Por que ter a planta do imóvel?

Importância da planta do imóvel para a compra e venda

A planta do imóvel é especialmente relevante na hora de realizar a compra e venda do mesmo. Isso porque é nela que constam todas as informações sobre o imóvel, permitindo ao comprador verificar se o local cumpre com o planejado. Além disso, fica mais fácil fazer o planejamento de cômodos, móveis e decorações quando se tem as dimensões de cada área do local a ser comprado.

Para o vendedor, a planta é uma forma de vender o imóvel antes mesmo que ele tenha sido finalizado. Ou seja: você pode começar a divulgar mesmo antes de terminar a construção. A planta já permite que os potenciais compradores visualizem o imóvel e compreendam se é o que buscam como novo lar.

Por que conferir a planta antes de alugar um imóvel

Alugar, comprar ou vender? Vem comparar no QuintoAndar
Alugar, comprar ou vender? Vem comparar no QuintoAndar Descubra agora

A essa altura, você deve estar se perguntando: oras, se o imóvel em que moro é alugado, para que eu precisaria da planta? Bom, ela pode salvar a sua casa em caso de emergências e facilitar muito a sua vida!

Imagine que você gostaria de fazer uma reforma para que o seu apartamento ou sua casa fique com a sua cara. Para isso, o responsável pela obra precisa consultar a planta para garantir que não seja derrubada nenhuma parede de sustentação do imóvel.

Vale lembrar que, se estivermos falando de um sobrado, um duplex ou um triplex, o locatário deve ter acesso à planta térrea e à superior. 

No que prestar atenção em uma planta imobiliária

De forma geral, ao se olhar uma planta de imóvel, é preciso prestar atenção a:

Ambientes

Veja a estrutura, tamanho e disposição de cada cômodo para entender se eles atendem a suas necessidades, para pensar no layout dos móveis e para saber se o seu mobiliário caberá no espaço.

Paredes, portas e janelas

A função das paredes é sustentar o imóvel, mas elas também delimitam os ambientes. Já as portas e janelas são responsáveis pela ventilação e iluminação dos espaços — quanto mais, melhor. As portas, ainda, estabelecem a circulação e o fluxo entre os cômodos.

Leia mais: Apartamento no Paraíso em São Paulo sela união de um casal

Pavimentos ou pisos

Os materiais que compõem o chão de um imóvel influenciam no peso tolerado e no modo de limpeza. Quando o morador respeita essas características, ele contribui para a preservação do local, evitando imprevistos e manutenção. 

Projeto hidráulico e elétrico

Solicite ao proprietário os projetos hidráulico e elétrico da propriedade para conhecer todos os detalhes, como a fiação elétrica, tomadas, encanamentos e tubulações. Essas informações serão muito úteis se houver algum problema urgente para ser resolvido – ou até mesmo se você quiser furar a parede para pendurar um quadro.

Leia mais: Infiltração: como identificar e de quem é a responsabilidade?

Onde consigo a planta do meu imóvel?

Se você é o inquilino, a melhor maneira de obter a planta do imóvel é solicitando este valioso documento diretamente ao proprietário. 

No caso de condomínios, síndicos e/ou zeladores às vezes possuem um esquema do apartamento original. Se a unidade não tiver sido alterada, essa planta será útil para você.

Agora, caso o dono do imóvel não tenha a planta, existem duas formas de conseguir recuperá-la. 

A primeira é solicitar à construtora ou incorporadora do empreendimento do imóvel uma cópia. Os imóveis recém-construídos conseguirão obter a planta com uma certa facilidade. 

Se o imóvel for mais antigo ou não houver uma construtora envolvida, é só ir até a prefeitura, pois, antes mesmo de começar a construir, o proprietário precisou apresentá-la para obter o alvará da obra. 

Cada prefeitura armazena a planta no órgão responsável por fazer o controle urbano da cidade. Geralmente, esse órgão é a Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) ou equivalente. 

Planta de imóvel online

Em algumas cidades, a SIURB presta determinados serviços online que facilitam como conseguir a planta de um imóvel.

Em Belo Horizonte, por exemplo, o portal SIURBE permite obter informações de plantas já aprovadas. 

E por falar na capital mineira, confira oportunidades para alugar:

Já no Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano também disponibiliza as plantas online. Se necessário, o interessado pode ligar para a Central 1746 e solicitar o número do projeto para acessar o sistema. 

Quer um lar na cidade maravilhosa? Veja essas opções

Planta de imóvel na prefeitura

Para saber como conseguir a planta de um imóvel na prefeitura, é recomendado acessar o site do município em que a residência está localizada e seguir as orientações. Geralmente, o cidadão deverá se deslocar até a Diretoria de Controle Urbano para solicitar a planta. 

Descomplique seu aluguel

Ao realizar uma locação de imóvel no QuintoAndar, o inquilino não precisará se preocupar em ir atrás da planta! Nós fazemos isso para você.

Somos uma imobiliária digital que possui cerca de R$ 30 bilhões de ativos sob gestão em mais de 40 cidades do país, causando impacto positivo no mercado ao desburocratizar o aluguel de imóvel.

Vamos auxiliar desde o momento da busca até a assinatura do contrato, sem fiador, e com as opções de caução ou Fiança Garantida. 

Para essa missão, há uma equipe especializada por trás de cada atendimento, que vai fornecer tudo aquilo que você precisa para alugar e viver no seu novo lar com tranquilidade. 

Ah, e se você precisar de algum detalhe extra, é só perguntar ao dono do imóvel, diretamente em nossa plataforma, para ter uma resolução prática e rápida sobre qualquer assunto.