Comprar a casa própria é o sonho de muitos brasileiros. Contudo, para realizar esse desejo, a maioria das pessoas precisa recorrer a uma linha de crédito imobiliária, cujas parcelas podem consumir boa parte da renda familiar. No entanto, saiba que é possível reduzir essa dívida, mas, para isso, é preciso descobrir como amortizar financiamento com FGTS.

O prazo máximo para o pagamento total de um financiamento imobiliário costuma ser de 420 meses, ou 35 anos. Para conseguir realizar o sonho da casa própria, muitos brasileiros contratam um financiamento cujo valor da parcela representa 30% da renda familiar. Isso faz com que muitas famílias fiquem com uma parte significativa da renda comprometida por muitos anos.

Contudo, é possível reduzir o número total de parcelas da dívida ou diminuir o valor de cada parcela, sem que você precise usar o saldo da sua conta-corrente. 

Entenda o que é amortização e como o FGTS pode te ajudar a economizar.

Confira o que você vai ler por aqui:

Anúncio grátis e proteção contra danos de até R$ 50 mil
Anúncio grátis e proteção contra danos de até R$ 50 mil Anunciar imóvel

O que é amortização de financiamento?

Antes de descobrir como utilizar o FGTS para amortizar o financiamento, é essencial entender o conceito de amortização

A amortização refere-se à redução do valor total devido por meio do pagamento de um determinado número de parcelas. É uma ferramenta frequentemente utilizada por aqueles que desejam reduzir o tempo de duração da dívida.

Para ilustrar esse conceito, imagine que você tenha contratado um crédito e, em determinado mês, conseguiu economizar 500 reais. Você pode utilizar esse montante para diminuir o prazo do financiamento ou optar por reduzir o valor total de cada parcela.

Por exemplo, em vez de pagar várias parcelas do financiamento de uma só vez, é possível reduzir em até 80% o valor das próximas prestações consecutivas.

É importante ressaltar que a amortização por prazo ocorre sempre nas últimas parcelas e nunca antecipa o pagamento de uma prestação.

O que é o FGTS e como ele pode ser utilizado para amortizar o financiamento imobiliário?

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é um mecanismo cuja principal função é proteger os trabalhadores que são demitidos sem justa causa. Para formar esse fundo, os empregadores precisam depositar todos os meses um valor correspondente a 8% do salário do empregado em uma conta específica na Caixa Econômica Federal. 

A ideia inicial do FGTS era não deixar o trabalhador financeiramente desamparado caso ele ficasse desempregado, pois, se for demitido, ele poderá sacar o saldo do FGTS. No entanto, depois de algum tempo, os empregados também puderam passar a usar esse dinheiro para comprar um imóvel.

O FGTS pode ser usado para pagar o valor de entrada da residência e também para amortizar o financiamento ou reduzir o valor de algumas parcelas. 

O trabalhador pode utilizar esses recursos tanto em financiamentos no âmbito do SFH (Sistema Financeiro Habitacional), quanto do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) e do MCMV (Minha Casa Minha Vida).

Além disso, esses recursos também podem ser usados por quem participa de um consórcio imobiliário e quer oferecer um lance para aumentar as suas chances de ser sorteado e, consequentemente, conseguir obter a carta de crédito para compra de imóvel. 

Quem tem um saldo do FGTS igual ou maior do que o valor do imóvel que deseja adquirir, também pode usar o dinheiro do fundo para comprar a residência à vista. 

Amortização do prazo ou diminuir o valor das prestações, qual é a melhor solução? 

Muitas pessoas se perguntam se o melhor é amortizar o valor total da dívida ou diminuir o valor de algumas parcelas. Contudo, a resposta dessa pergunta varia de acordo com a realidade financeira de cada pessoa.

Quem optar amortizar pelo prazo, vai precisar continuar pagando as parcelas restantes até quitar totalmente o financiamento, sem que haja um desconto em cada prestação unitária. Por isso, essa solução pode ser interessante para quem não está com problemas financeiros, mas quer reduzir o tempo da dívida.

Já quem está com dificuldade de pagar as contas, pode utilizar o saldo do FGTS para reduzir em até 80% o valor das parcelas, o que vai fazer com que essa pessoa consiga se reorganizar financeiramente nesse período.

Leia também: Saiba como refinar suas buscas e conseguir as melhores oportunidades para investir em imóveis

Benefícios de usar o FGTS para amortizar o financiamento imobiliário

Há muitos benefícios do uso do FGTS no financiamento imobiliário, sendo que um dos principais é a possibilidade de reduzir a sua dívida sem que você precise retirar recursos da sua conta bancária ou dos seus investimentos.

Além disso, quem utiliza o FGTS para amortizar o financiamento consegue pagar menos juros. Isso porque quando ocorre a amortização do saldo devedor, a pessoa tem direito ao abatimento dos juros e encargos que recaem sobre o valor total da dívida. 

Outra vantagem de saber como amortizar financiamento com FGTS é que dependendo do saldo que você tem nesse fundo, será possível reduzir consideravelmente o valor da sua dívida e, em alguns casos, até mesmo quitar o empréstimo em um tempo muito menor do que o previsto no contrato.

Além disso, se a sua família estiver com problemas financeiros, usar o saldo do FGTS para reduzir o valor de um determinado número de parcelas, vai permitir que vocês reequilibrem as contas, já que não vão precisar pagar prestações com um valor muito alto

Requisitos e restrições para utilizar o FGTS na amortização do financiamento

Agora que você já conhece as estratégias de como usar o FGTS para amortizar financiamento, saiba quais são as regras para utilizar o valor contido nesse fundo.

Para o comprador:

  • Ter no mínimo três anos de contribuição com o FGTS;
  • Não ter outro financiamento ativo no sistema SFH;
  • Não ser proprietário, comprador, usufrutuário, promitente ou cessionário de imóvel residencial ou misto, pronto ou em construção, que esteja localizado na cidade onde reside ou no município no qual trabalha.

Para o imóvel:

  • Ser avaliado em até R$ 1.500.000,00;
  • Ser residencial;
  • Ser destinado à moradia do titular da conta do FGTS;
  • Apresentar condições de habitação e ausência de vícios de construção; 
  • Estar localizado em área urbana;
  • Não ter sido adquirido com recursos do FGTS há menos de três anos. Esse tempo deve ser contado a partir da data de registro do comprador na matrícula do imóvel;
  • Ser propriedade do proponente;
  • O imóvel precisa estar matriculado no RI competente.

Quando não é possível usar o saldo do FGTS? 

Em alguns casos, não é possível usar o saldo do FGTS para amortizar o financiamento, são eles:

  • Compra de imóveis comerciais;
  • Aquisição de propriedades rurais;
  • Reformar o imóvel;
  • Adquirir material de construção;
  • Comprar imóveis para familiares, dependentes ou outros indivíduos;
  • Comprar terrenos sem construção ao mesmo tempo.

Leia também: Você tem interesse pelo mercado imobiliário? Conheça as 5 melhores cidades para investir em imóveis no Brasil

Como solicitar a amortização do financiamento utilizando o FGTS?

No caso da Caixa Econômica, você pode fazer direto pelo App Habitação da Caixa. No entanto, em outros bancos é recomendável entrar em contato e solicitar o procedimento — seja pessoalmente, por telefone ou aplicativo móvel.

Após a comunicação, o banco vai solicitar alguns documentos, como o extrato atualizado do FGTS e declaração do Imposto de Renda. A instituição financeira também vai pedir para que o solicitante da amortização preencha um formulário de autorização para o uso do FGTS.

Quando esses trâmites forem concluídos, o banco vai entrar em contato com a Caixa para prosseguir com o processo de amortização. 

Seu próximo imóvel está no QuintoAndar

Descobrir como amortizar financiamento com FGTS é fundamental para quem quer comprar um imóvel e conseguir pagar a dívida de uma maneira mais rápida.Se você quer conquistar o sonho da casa própria, mas ainda não encontrou a propriedade ideal, acesse o QuintoAndar e confira todos os imóveis disponíveis. Aproveite para utilizar o nosso sistema de filtragem para facilitar ainda mais a sua busca pela residência ideal.

Quando o QuintoAndar administra, o aluguel é garantido todo dia 12
Quando o QuintoAndar administra, o aluguel é garantido todo dia 12 Anunciar imóvel