Uma das preocupações mais comuns de quem está alugando um imóvel é a segurança financeira durante o período de vigência do contrato de locação. E é justamente por isso que, ao procurar uma nova casa ou apartamento para chamar de lar, uma das modalidades mais tradicionais disponíveis no mercado é o seguro fiança locatícia.

Neste artigo, vamos trazer tudo o que você precisa saber sobre seguro fiança. Assim, vai ficar muito mais fácil entender como esse tipo de serviço pode ajudar todos os envolvidos na locação de um imóvel. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então é só continuar a leitura! Vamos lá?

Navegue pelo conteúdo

Anúncio grátis e proteção contra danos de até R$ 50 mil
Anúncio grátis e proteção contra danos de até R$ 50 mil Anunciar imóvel

Leia também: Como funciona o seguro residencial e por que você deve fazer um

O que é o seguro fiança?

Imagem de um casal composto por um homem e uma mulher em frente a um computador que está em cima da mesa de uma casa para ilustrar matéria sobre o que é seguro fiança
O seguro fiança garante tranquilidade financeira ao dono do imóvel em caso de inadimplência

Se você está se perguntando o que é seguro fiança, fique sabendo que essa modalidade é uma forma de garantia locatícia que o mercado imobiliário encontrou como alternativa ao fiador de aluguel e ao depósito caução.

Antes de mais nada, o seguro fiança locatícia serve como uma forma de garantir que o proprietário de um imóvel não será prejudicado em caso de inadimplência – que é quando o inquilino deixa de pagar o aluguel nas datas combinadas em contrato.

Como funciona o seguro fiança?

Entender como funciona o seguro fiança para alugar um imóvel pode fazer toda a diferença durante o processo de locação. 

Além de facilitar os trâmites envolvidos, o entendimento sobre o assunto também proporciona a transparência necessária para dar o próximo passo com mais segurança. 

No QuintoAndar, o seguro fiança locatícia dispensa a necessidade de fiador ou depósito caução. Na prática, uma porcentagem referente aos valores do pacote de locação (que inclui o aluguel, condomínio e IPTU) é cobrada mensalmente junto ao pagamento do boleto de aluguel.

Assim, o locatário poderá contratar o seguro fiança caso seja uma das exigências do locador como garantia para alugar seu imóvel. 

Essa modalidade de garantia pode ter diferentes tipos de cobertura. A mais básica diz respeito apenas à cobertura de inadimplência por parte do inquilino. 

Entretanto, as seguradoras parceiras também oferecem planos mais amplo, que podem cobrir outros custos de moradia, como:

Quais as vantagens do seguro fiança locatícia?

Imagem de uma mulher sentada em um sofá amarelo na sala de estar de uma casa com um livro azul e uma caneca amarela nas mãos para ilustrar matérias sobre o seguro fiança para aluguel
Essa modalidade de seguro proporciona coberturas adicionais e segurança no recebimento dos valores referentes ao aluguel

O seguro fiança para aluguel é uma modalidade que oferece diversas vantagens às partes envolvidas. Porém, lembre-se que a depender do tipo de seguro contratado, há mais ou menos garantias do que as que descrevemos. 

Confira abaixo!

1. Segurança para o proprietário: garantia de receber o aluguel

Em primeiro lugar, uma das principais vantagens do seguro fiança para aluguel é que o dono do imóvel tem a garantia de que vai receber o valor dos aluguéis, mesmo em caso de inadimplência.

2. Para o inquilino, há a vantagem de dispensar fiador

Em seguida, para quem é inquilino, a grande vantagem é não precisar de um fiador ou depósito caução para alugar um imóvel. Isso pode poupar o inquilino de desgate e até mesmo constrangimentos ao tentar conseguir uma pessoa fiadora ou até mesmo de favores de outras pessoas.

3. Pagamento parcelado atrai mais inquilinos

Em geral, o seguro fiança locatícia permite o parcelamento do valor. Isso contribui para atrair mais pessoas que, por exemplo, possuem cartão de crédito e podem diluir essa despesa ao decorrer do contrato de locação.

Assim, com a possibilidade de pagar de forma parcelada, o imóvel atrai mais pessoas que podem alugá-lo.

Quais as desvantagens do seguro fiança locatícia?

Imagem de uma mulher de mais idade e com o cabelo branco analisando alguns papéis na cozinha de casa para ilustrar matéria sobre como funciona o seguro fiança para alugar um imóvel
Apesar de oferecer praticidade e segurança, o seguro fiança também pode ter desvantagens. Tudo depende do tipo de contrato escolhido!

Embora ofereça uma solução conveniente para inquilinos e proprietários, é importante considerar algumas desvantagens que podem surgir ao optar por essa modalidade de garantia locatícia. 

1. Custos adicionais

O principal ponto de atenção são os custos envolvidos. Além de passar por uma análise de crédito, o inquilino terá que arcar com custos adicionais para garantir o seguro fiança locatícia – especialmente se essa for uma exigência do proprietário.

2. Aprovação

Conforme citado anteriormente, a liberação do seguro fiança está sujeita à análise de crédito e políticas da seguradora. A depender do perfil de crédito do inquilino, pode ser que a seguradora opte por não aprovar a apólice.

3. Dificuldades para quem não tem comprovação de renda

Para quem não possui comprovação de renda ou histórico de crédito, conseguir a aprovação do seguro pode ser algo mais difícil de conseguir. Nesses casos, essa opção tende a ser inviável para alguns perfis de locatários.

Quando o QuintoAndar administra, o aluguel é garantido todo dia 12
Quando o QuintoAndar administra, o aluguel é garantido todo dia 12 Anunciar imóvel

Que tipo de imóveis podem contratar seguro fiança?

Agora, você pode usar o seguro fiança como garantia para a locação de imóveis urbanos residenciais, não residenciais – como escritórios e consultórios, por exemplo – e também por imóveis comerciais.

Qual o valor do seguro fiança?

Em média, o valor do plano básico, ou seja, que cobre apenas uma possível inadimplência por parte do inquilino, gira em torno de um aluguel e meio. 

Ou seja, se você está fechando a locação de um apartamento pelo valor de R$ 1.000 por mês de aluguel, a contratação de um seguro fiança ficaria em R$ 1.500. 

Geralmente, as seguradoras fecham esse valor de acordo com o número de itens que estarão sob a cobertura do plano.  

Qual é a duração?

Imagem de uma mulher com o cabelo curto sentada em cima do tapete da sala em frente a um sofá olhando para a tela do computador que está no chão para ilustrar matéria sobre seguro fiança
O seguro fiança fica vigente durante todo o período de contrato de aluguel

Até bem pouco tempo atrás, o seguro fiança tinha duração de apenas 12 meses, precisando de renovação durante o contrato de locação, que normalmente é de 30 meses.

No entanto, a Superintendência de Seguros Privados (Susep), entidade que regula o mercado de seguros no Brasil, baixou uma nova norma – pela Circular Nº 587, de 10 de junho de 2019 – que determina que as apólices tenham validade pelo prazo total do contrato de aluguel de imóvel.

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre o contrato de aluguel de imóvel

Quantos aluguéis o seguro fiança cobre?

Caso o inquilino não pague o aluguel do imóvel, essa modalidade garante que o proprietário receba valores não pagos pelo inquilino, como aluguel, IPTU, condomínio, multa rescisória e até mesmo a administração de uma eventual ação de despejo.

Entretanto, os valores assegurados pela cobertura – bem como o período de recebimento – vai depender do tipo de seguro fiança contratado pelo locador. 

1 novo imóvel a cada 3 minutos: sorte a sua
1 novo imóvel a cada 3 minutos: sorte a sua Buscar imóvel

Como contratar o seguro fiança?

Para fazer um seguro fiança, o locatário geralmente precisa, além de preencher uma ficha cadastral, apresentar uma documentação padrão de qualquer análise de crédito, como:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Declaração de Imposto de Renda;
  • Extratos bancários dos últimos três meses ou holerites e cópia da Carteira de Trabalho, em caso de empregado registrado.

Em geral, os principais bancos e corretoras de seguros são as empresas que oferecem o serviço do seguro fiança locatícia. 

Caso você tenha necessidade de contratar esse tipo de serviço, o ideal é procurar um corretor de seguros, da mesma forma como se faz com seguros de automóveis ou com planos de saúde.

Você também pode se interessar: A importância do seguro obrigatório e da prevenção contra incêndios

Quem paga o seguro fiança locatícia?

O pagamento do seguro fiança é feito pelo locatário, no momento em que um contrato de aluguel é fechado. Esse pagamento, até bem pouco tempo atrás, era feito em poucas parcelas – normalmente três ou quatro. Mas grandes seguradoras do mercado já oferecem a opção de pagamento em 12 vezes. 

Com a nova norma da Susep, a seguradora precisa comunicar ao dono do imóvel em caso de falta de pagamento das parcelas por parte do locatário. Nestes casos, o proprietário pode efetuar esse pagamento, para não perder a cobertura do seguro, e negociar o ressarcimento desses valores junto ao inquilino.

E caso a situação não seja regularizada pelo inquilino, a Lei do Inquilinato dá o direito ao proprietário de buscar uma ação de despejo

O que acontece se o inquilino não pagar o aluguel com seguro fiança?

Quando existe a exigência do seguro fiança como parte da locação de um imóvel, ele se torna uma cláusula do contrato de locação. Ou seja, não pagar o seguro é considerado quebra de contrato por parte do inquilino.

Caso não haja regularização da inadimplência, o proprietário poderá solicitar o imóvel de volta.

Mais de 20 mil imóveis que você só encontra aqui
Mais de 20 mil imóveis que você só encontra aqui Quero alugar

Quando o seguro fiança é devolvido ao inquilino?

Essa é uma das principais dúvidas entre inquilinos e proprietários. Então, para esclarecer, o seguro fiança locatícia não é devolvido ao inquilino, nem mesmo após a finalização do contrato de locação.

Isso acontece porque a modalidade é contratada como uma segurança extra às partes envolvidas. Por isso, mesmo que não tenha sido utilizada durante o período de vigência, os valores não são reembolsados.

Explore outros conteúdos: Multa por quebra de contrato por parte do locador: entenda como funciona

Fiança Garantida

Além do seguro fiança, podemos encontrar outras garantias locatícias no mercado, como o Fiança Garantida. Essa é uma opção acessível e econômica oferecida para imóveis administrados pelo QuintoAndar, sem a necessidade de procurar por um fiador de aluguel.

A renovação é anual e o pagamento pode ser feito por cartão de crédito, em até 12 vezes sem juros, ou à vista, via PIX ou boleto. A partir do 2º ano, a renovação do pagamento é feita automaticamente e o valor passa a ser cobrado direto no boleto de aluguel mensal.

Perguntas frequentes sobre Fiança Garantida

A Fiança Garantida permite que mais pessoas aluguem pelo QuintoAndar.

Para fazer a contratação do serviço, é necessário que a pessoa tenha uma proposta aceita e passe pela avaliação de crédito.

Na sequência, a pessoa precisa enviar a documentação para a análise final de crédito e, com tudo aprovado, já está apta para a contratação da Fiança Garantida.

Após o pagamento, você passa a ter exclusividade no processo de aluguel do imóvel no qual está de olho pelo QuintoAndar

O valor da Fiança Garantida pode variar entre 50% e 75% do valor de um mês de aluguel. A quantia a ser paga vai depender do perfil de crédito do locatário e também das características do imóvel, correspondendo ao valor devido pelo primeiro ano de vigência da Fiança Garantida.

O serviço pode ser pago em parcelas de até 12 vezes sem juros no cartão de crédito, ou à vista com o uso do PIX.

A vigência da Fiança Garantida é de 12 meses. A partir do 2º ano, a renovação do pagamento é feita automaticamente e o valor passa a ser cobrado direto no boleto de aluguel mensal.

Não. Uma vez que é aprovada, a Fiança Garantida vale apenas para o imóvel para o qual você fez a proposta de aluguel. Não há possibilidade de transferir para outro imóvel.

Neste caso, o QuintoAndar estorna o valor que você pagou. E para realizar a contratação do Fiança Garantida para outro imóvel, você terá que passar pelo processo todo novamente.

Caso a desistência do negócio se dê pelo lado do proprietário do imóvel, o QuintoAndar também estorna todo o valor pago.

Soluções financeiras que abrem portas: conheça o QuintoCred

O QuintoCred é uma solução financeira que oferece garantia locatícia sem a necessidade de fiador ou depósito caução. A solução facilita o processo de aluguel de imóveis, permitindo que inquilinos resolvam tudo online de forma rápida e sem burocracia. Além disso, garante às imobiliárias parceiras o repasse do aluguel em caso de inadimplência, proporcionando agilidade e segurança na locação. Para saber mais, conheça o QuintoCred.

QuintoCred: garantia locatícia em tempo recorde para imobiliárias
QuintoCred: garantia locatícia em tempo recorde para imobiliárias Saiba mais

Alugue sem burocracias com o QuintoAndar

Agora que você já sabe como funciona o seguro fiança, o que é essa modalidade e quais as vantagens e desvantagens para quem vai alugar um imóvel – seja você proprietário ou inquilino -, chegou a hora de contar com quem é especialista no assunto para facilitar esse processo!

O QuintoAndar também oferece uma garantia locatícia para imóveis que são administrados pelo proprietário, eliminando, assim, a necessidade de procurar por um fiador: a Fiança Simples. 

Essa é uma solução que garante que o proprietário receba os valores de aluguéis, IPTU, condomínio, contas de consumo e multa rescisória mesmo em casos de inadimplência do inquilino. O valor da Fiança Simples pode variar de acordo com o perfil de crédito do locatário e das características do imóvel. 

Acesse nosso site ou app e aproveite as vantagens!

2 a cada 3 imóveis são exclusivos. Seu novo lar está aqui
2 a cada 3 imóveis são exclusivos. Seu novo lar está aqui Quero alugar